Institucional

O IAB – Instituto de Arquitetos do Brasil

O IAB é uma entidade sem fins lucrativos que representa os arquitetos de todo o Brasil e que participa politicamenete em diversas instâncias de representação, entre elas o CREA de Santa Catariana, através dos conselheiros do CREA, do IAB-DN – Departamento Nacional, através dos Conselheiros eleitos em nível estadual e em diversos outros órgãos e entidadades. Veja no link Representações a lista completa das representações do IAB-SC.

Podem associar-se ao IAB os profissionais arquitetos (associados  efetivos) e estudantes de arquitetura (associados aspirantes) através da inscrição e do pagamento da anuidade.

A Diretoria do IAB em Santa Catarina é eleita a cada 3 anos e é regida pelo Estatuto do IAB-SC.

No Estado, o IAB é estruturado através dos Núcleos, podendo assim estar mais próximo do profissional arquiteto nas suas cidades, participando ativamente das discussões e assuntos relacionados com as diversas regiões do estado. Esses Núcleos são formados por arquitetos das próprias cidades. Procure o Núcleo mais próximo e participe.

 

Compartilhe!

    Um comentário sobre “Institucional

    1. Inicialmente, quero parabenizar essa iniciativa do IAB-SC que não tem precedentes na forma eletrônica de fomentar o debate sobre grandes questões sociais e urbanas em nosso estado.
      Além dos temas propostos pelo IAB-SC para resposta por parte principalmente dos candidatos a cargos legislativos e parlamentares em e por Santa Catarina, encaminho sugestões de novos temas para que se prossiga este excelente meio de divulgação de idéias e de subsídio a nossa entidade para implementação e futuras ações:

      1)Ações voltadas para a valorização profissional:

      Ainda que saiba que o IAB-SC tem sido protagonista principal na discussão sobre direito autoral em nosso estado e no sistema CONFEA, em Brasília, DF, é necessário que se promova amplo debate sobre a valorização da produção autoral dos arquitetos-urbanistas, tanto em sua forma autônoma como institucional (autoria de projetos em órgãos públicos).
      Este tema, por outro lado, vai além da autoria profissional de projetos e obras. Significa a divulgação massiva da importância desta bela profissão na mídia, meio acadêmico e escolar, contando com parcerias de órgãos públicos, como o Ministério das Cidades, Ministério da Educação, Ministério da Cultura e outros. Estas ações devem estar dentro de um programa de valorização de todas as profissões.

      2)Ações voltadas à valorização da arquitetura e urbanismo:

      No mesmo nível de iniciativa institucional de valorização da profissão do arquiteto-urbanista, devem implementar-se ações de valorização da produção arquitetônica e urbanística de nossas cidades e regiões, através de ações promocionais e educativas de parceria do IAB, FAN, ABEA e ABEA, junto com os Ministério da Educação, Cultura e Ciência e Tecnologia, envolvendo a educação básica, média e superior, além de ações educativas pelos meios de comunicação. A educação para a arquitetura e urbanismo deve atingir o patamar que se alcançou na educação ambiental e artística, ainda que estes temas têm dificuldade ainda de implementação no meio social e escolar.

      3)Debates de temas urgentes que implicam na sustentabilidade urbana e urbanística de nossas cidades como a mobilidade urbana, com destaque na implantação do transporte público de qualidade, saneamento, habitação de qualidade, plano diretor participativo e planejamento regional, qualidade arquitetônica de nossas cidades, patrimônio cultural e paisagem urbana e outros temas que a categoria dos arquitetos indicar.

      Boa parte destes temas a gestão atual do IAB-SC vem participando com uma inédita iniciativa de fomentar processos participativos do planejamento regional e urbano em nosso estado. No entanto, devem-se criar seções de debate sobre estes temas no site da entidade, assim como promoverem-se discussões públicas e presencias, em parceria com o CREA-SC, SENGE, universidades e órgãos públicos como prefeituras, governo do estado, ministérios, e outros.

      Atenciosamente,

      Prof. Dr. Lino Fernando Bragança Peres, Departamento de Arquitetura e Urbanismo, UFSC
      Atualmente candidato a deputado estadual para a ALESC, como Professor Lino Peres, sob número 13.333

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *