Guarda do Embaú – 9a Reserva Mundial de Surf ONG

Mais de 50 pessoas participaram na noite de ontem, 26, no salão paroquial da comunidade, da segunda Oficina para a “construção coletiva de uma solução para o esgoto” da Guarda do Embaú. As “Oficinas Comunitárias” são uma iniciativa do nosso Comitê Gestor Local e coordenado voluntariamente pelo engenheiro sanitarista Lucas Arruda.

Com o tema “Alternativas tecnológicas” o engenheiro mostrou quais as possibilidades que a comunidade tem para a escolha do modelo a ser escolhido, desde a utilização de banheiro seco individual até a mais alta tecnologia em estação de tratamento de esgoto coletivo (ETE).

Nesta segunda Oficina foi concluída a parte expositiva, onde os principais conceitos técnicos e ambientais foram apresentados.

“Já fizemos um exercício de construção do cenário desejado. A comunidade está muito presente e participando ativamente e estou convicto de que sairemos da última etapa com um modelo de saneamento adequado para a Guarda do Embaú, e mais importante, pensado pela comunidade”, disse Arruda.

A próxima e última etapa será realizada no dia 2 de abril, às 19h30, no salão paroquial da comunidade, com o tema: “Definição coletiva da solução”.

As oficinas têm o apoio das Associações de Surf, Comunitária, Comercial e Empresarial, Pescadores, Barraqueiros, Canoeiros, Paróquia, Grupo de Mães, App.Escola Profa. Olga Cerino, Conselho Municipal de Turismo de Palhoça, Samae, Fcam, Instituto Meio Ambiente (IMA) e Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, ICMBIO/Apa da Baleia Franca, SOS Rio da Madre, Instituto Arquitetos do Brasil/SC, OAB/Palhoça, Conselho Segurança Entorno Costeiro, Shopping Cópias, Lorena Bettio Arte Gráfica, QMC Saneamento e Supermercado Santos54256040_2241935479396520_5504625563400142848_n

 

 

https://www.facebook.com/1621440474779360/posts/2241941169395951/

Compartilhe!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *